Falta inaceitável.

Hoje chovia, o céu resolver mandar uma benção diferente a mim, eu aceitei sem reclamar. Quem sou eu para querer mandar no criador do mundo? Tudo que vier dele está de muito bom tamanho.

Você resolveu ficar distante e isso é uma coisa que nunca vou me acostumar. Costumávamos ficar colados em dias chuvosos em casa, cobertos e juntos. Um filme sempre nos acompanhava e quando estávamos juntos era uma das melhores sensações do mundo.

Era sempre incomparável a sua presença, sua voz me acalmava e com nossas mãos entrelaçadas eu me sentia segura, e ali, naquele momento, nada podia me abalar me afetar ou por em risco a minha vida. Você era meu guardião e desde o primeiro momento em que você segurou na minha mão eu me senti assim, desse jeito.

Posso te dizer que nunca vou encontrar alguém melhor que você, talvez arrume, mas vou está muito mais preocupada com onde você está e o que estaria fazendo que não irei reparar as pessoas ao meu redor. Isso é ruim, doloroso, mas de fato, acontece. Eu às vezes penso que poderia ser muito melhor que isso. Nós dois, abalados em meio a essa situação que ao contrário de nos afastar, nos aproximaria mais e mais. Estava enganada, mas não me arrependo. Você é a única pessoa no mundo que de fato eu ainda me lembro quando me deito e fecho meus olhos para sonhar.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Falta inaceitável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s