E se…

Que mania que temos de imaginar como seria se…

Mais que droga, poderia até ser diferente, mas não nos trariam onde estamos, seria completamente diferente e não seria tão bom ou ruim como está sendo ou foi.

Se fizemos tais escolhas, é porque era pra se fazer e naquele dia foi o certo, naquele momento era o que bastava. Hoje em dia não mais importa e o que temos que fazer é deixar tais coisas para trás, é passado, já passou.

Não pense como seria se tivesse dito um sim ao invés de ter dito não, como seria se não tivesse deixado que aquela pessoa que tanto você amava ir embora sem fazer nada.

Suas escolhas definem seu futuro, e sabe… Pense duas vezes antes de dizer tal coisa, caso contrário logo após  sua escolha o seu único pensamento será: E se eu tivesse…

Para complementar, aí vai um textinho do admirável e inteligentíssimo escritor Sean Wilhelm:

“O maior problema é essa mania de e se, e se ele não me amar mais, e se ele não lembrar mais, e se todos me esquecerem, mas e se. E perdemos tempo imaginando como teria sido se as coisas fossem de outra forma. E não, não adianta alimentar as hipóteses, pensamentos nostálgicos só nos trazem dores desnecessárias. Mas se quiser continuar com essa repetição de e se, use da forma certa. E se eu esquecesse tudo? E se eu parasse de me importar com isso? E se eu começar agora a me amar um pouquinho mais? Afinal, a vida é muito curta pra viver se questionando.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s