Quando fazemos falta.

Sempre pensamos que somos um zero a esquerda na vida de alguém. E isso fica na nossa mente, martelando, fazendo com que nós perguntássemos a nós mesmos: “Será que sou importante na vida de alguém?”.

Na nossa vida já se passaram muitas pessoas e muitas delas, muitas das vezes não participarão da nossa vida no resto do tempo. Sejam amigos do jardim, até a faculdade. Ou filhos, filhas de amigos de nossos pais. Quando estão presente é uma coisa absurdamente diferente, você tem aquele contato e o que não faltam são assuntos. Mas aí o tempo vai passando, você se muda, muda de colégio e conhece outras pessoas que se dão tão bem quanto aquelas.

Você procura sempre manter os velhos amigos nos contatos e está sempre adicionando nas redes sociais. Aquela sensação de que você é passado machuca. Mesmo que você os tenha nas redes sociais e todos os benefícios para manter todo o contato, o medo de não lembrarem mais de você fica. Você sente falta, mas só está sentindo isso porque pensa que está esquecida na vida de todos eles, até dos mais importantes. O certo é que, nunca sabemos quando já viramos “passado” para alguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s