Recomendação: Livros.

Hoje vim falar de um assunto muito diferente da estrutura do blog. Vim recomendar um livro que li e amei. Aquele livro que você lê a sinopse e quer comprar na hora. O nome é…

Foto: Melina Souza/http://melinasouza.com/

Fazendo meu filme 1! Pois é, esse mesmo que todos andam falando e que eu realmente achava que não seria um livro tão lindo o quanto é.  Ele é da escritora Paula Pimenta e vem conquistando as jovens por todo o país. Ele conta a história de uma menina chamada Estefânia, apelidada de “Fani” que ao longo do livro vai escolher entre os estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. Só pela sinopse eu já criei um amor pelo tal livro. Esse livro fala de uma brasileira que passa em uma prova para uma viajem de um ano para um intercâmbio, mas que nada na vida é tão simples assim, ela terá de fazer escolhas super difíceis e colocar sua felicidade em jogo, todas as meninas da minha idade amam esse livro porque se colocam literalmente no lugar da protagonista e se apaixonam.

O livro de primeira não me fez crer tanto que iria ser tal sucesso, vi em muitos blogs resenhas e tinha preguiça de ler. Até que um dia me rendi aos encantos e pesquisei sobre ele. Foi amor a primeira vista, primeiro porque a “Fani” é uma personagem que cativa a qualquer um e  segundo porque eu e muitas das meninas que leram querem estar no lugar dela e viver esses momentos que ela viveu. Sim, eu ainda não tive oportunidade de ler o 2 e assim que acabei de ler o 1 deu vontade de ir correndo na livraria e comprar o segundo, o terceiro e o quarto.

Foi o primeiro livro que me prendeu a ele e se eu não terminasse de ler as 300 e poucas páginas no dia em que comecei eu não ia me perdoar. Eu peguei e comecei a folhear e quando eu queria parar para beber algo ou comer, ele simplesmente não deixava, a cada parágrafo eu queria ler mais e mais e só parei de fato quando terminei. Fazendo meu filme 1 foi o único livro que me fez ficar um dia sem o computador por horas até termina-lo, e olha que isso é muito difícil.

Bom, a recomendação do mês é essa. Fazendo meu filme 1, tenho certeza de que vale a pena todos os 4 livros e sei que “Fani” também pode conquistar você. É isso e boa leitura!

Aquela que poucos percebem.

Foi naquela tarde. Naquela tarde ela descobriu que não era mais uma ilusão, que se tornava verdadeiro desde então. Naquele dia ela deixou de fazer parte do clube das que “ficam pra titia”.

E o mais importante, ela provou do amor, do amor que não conhecia, e que até então tinha um grande medo de sentir. Um amor que era incapaz de fazê-la triste. E esse amor era tão grande que nem se quer chegou há imaginar que tal dia viria à tona.

Logo aquela menina que nunca foi de fazer amigos tão facilmente, aquela menina que para os mais velhos da escola era considerada sem sal ou sem qualquer uma qualidade. Aquela que naquela tarde percebeu que podia ser melhor para si e para muitos.

Ela não tinha nada de tão incomum por fora, mas por dentro tinha inúmeras qualidades, qualidades que nem ela sabia se não fosse por ele. Ele que fez com que ela percebesse que era importante sim, para vida de quem realmente se importava com ela.

Ele a fez acreditar que ela não precisa ser a mais bonita para ser amada, só precisava ser ela.

Fé para continuar.

Menina, nem pense em para e desistir logo agora. Se lembre do quanto sonhou com isso até conseguir e agora que está quase no fim quer desistir?

Desistir não é uma coisa aconselhável que tenho a de indicar, vá até o fim, você vai ver que vai valer a pena. Não tenha medo de não ser como você pensou, mas pode fazer uma coisa da próxima vez? Não crie muitas expectativas, quando criamos tantas expectativas com o que queremos na maioria das vezes não acontece como imaginamos.

Seja você e não se incomode com as opiniões alheias, creio que você é mais forte do que aparenta. Faz um favor de não ceder a tristeza e se deixa levar pela vida.

Não se arrependa, seja feliz pelo que viveu.

Minha missão é te esquecer.

Fiz um trato comigo mesma, vou deixar de parar de sonhar com que os filmes se transformem em realidade. Vou deixar tudo rolar e parar de imaginar como seria ou como será.

Estou cansada de criar expectativas e inventar histórias que queria que acontecessem comigo. Certamente vou deixar de bater a cabeça naquela porta de vidro giratória do banco.

Vou parar de querer que o tempo passe mais rápido e que tudo se resolva o quanto antes. Já cansei de contos de fadas em filmes, já cansei de chorar por nada ser o que passamos na realidade. Mas mesmo com tudo isso eu não deixo de imaginar como seria se fosse de tal jeito, se fosse parecido com a mocinha e o mocinho, não tão Romeu e Julieta, bastava ser como Landon Carter e Jamie Sullivan de “Um amor para recordar”.

Engraçado pensar é como são feito esses filmes, será mesmo que os atores podem viver momentos tão intensos como esse? Se viveram mesmo, eu queria estar por perto para ver. E se não, queria a motivação para tanta imaginação.

Agora é sério, quero cumprir seriamente este trato, não irei ouvir músicas, filmes ou todo o tipo de coisa que me lembre de você.

O desejo de seu beijo.

Por que me enrola tanto? Com todas essas meninas bonitas e bastante interessantes fico com um pé atrás, você sabe que eu não me garanto, mas por que não me beija de uma vez por todas?

Chego a pensar que já não esteja mais interessado em sentir a textura dos meus lábios e o frescor de minha boca. Você se faz de difícil como se realmente fosse tão ruim assim se entregar.

Por mais que eu fale isso, também morro de medo. Mas e se não tentarmos? Me sentirei pior por nem pensar nisso. Eu passei anos te amando em segredo, construindo planos para um futuro impossível e agora que estou aqui, pronta para ser feliz a dois você vai desistir?

Desistir como se fosse forte e duro o bastante para fazer isso. Posso não ter nem ao menos te beijado, mas você acha que não já fechei os olhos só pra imaginar como seria? Só para ter noção do quanto seria mágico minhas mãos em teus cabelos.

Eu já disse, e repito o quanto for necessário como te preciso por perto. Como seríamos melhor sendo um.

Seu sobrenome em meu nome.

Como seria bonito ter seu sobrenome em meu nome, seu rosto em meu travesseiro e suas roupas em meu armário.

Você ir trabalhar e se despedir com um beijo na testa, chegar e me cumprimentar com um sorriso nos lábios e flores na mão. Andar de mãos dadas até a praia e fazer um pique nique no parque.

Em dias chuvosos fazer um chocolate quente e alugar um filme. Morar no mesmo teto e ao se estressar por um dia longo de trabalho você me beijar e fazer esquecer de tudo. Chamar-me de mô, mozi…

Ao dormir, vestiria uma blusa sua que em mim mais iria parecer um vestido. Eu te amar e você me amar como no primeiro dia, no primeiro olhar e como no primeiro beijo.

Desistir? Jamais.

Você é do tipo de pessoa que já pensou em desistir várias vezes? Bom, você não está sozinha (o).

Diariamente milhares de pessoas pensam na possibilidade de um sonho ou uma coisa que querem muito ser deixadas para lá. A verdade é que se nós não sonharmos quem irá sonhar e correr atrás disso por nós?

Temos que pensar na possibilidade desse sonho se tornar realidade e ir em frente, lutar para que tudo dê certo. Porque pensa bem, algo fácil e desmerecido não é bom, nem maravilhoso. Agora pensa em algo difícil de conseguir e só conquistado após tantas lutas. É maravilhoso, só de pensar que foi uma conquista sua já é muito melhor. Por isso e por muitos outros motivos eu nunca irei desistir dos meus sonhos e peço para que ninguém desista dos seus.

PS: Sem sonhos eu não seria quem sou.